antologia da noite em claro

Sunday, January 22, 2006

O Poema

O poema não passa de uma autópsia.
E o poeta, legista de seu próprio assassinato.

1 Comments:

  • Sim...interessante esse ponto de vista.
    Me faz voltar à questão dessa necessidade doída de escrever aquilo que passa dentro da gente e em volta também.
    O que passou. Sempre o que passou.
    Na poesia, como no amr, nunca se faz biopsia. Sempre autópsia.
    Corretíssmo

    By Blogger Tatiana, at 1:49 PM  

Post a Comment

<< Home