antologia da noite em claro

Thursday, February 16, 2006

Criminoso

Há crimes que não aconteceram
E por isso vagam natimortos
No arquivo das delegacias.

Assim, a biografia
Não passa de um boletim de ocorrência:
O hiato que separa o poeta do assassino
Não nega ao poema violência.

5 Comments:

  • caralho!

    By Blogger Tatiana, at 10:42 AM  

  • é que assassino minha biografia todos os dias...
    Taís

    By Anonymous Anonymous, at 10:44 AM  

  • massa, Bruno, muito interessante!

    By Anonymous Marina Franco, at 4:10 AM  

  • Oi, Bruno! Tudo bem?

    Vim agradecer sua visita à Estante Mágica. Já tem post novo, espero que volte!

    Gostei bastante de seus poemas, têm um estilo moderno e boas imagens. Gostei especialmente do toque "pagão" em "Chuva". Acho que deve continuar, você é bom nisso!

    Abraços,

    Ana

    By Blogger Ana, at 4:31 AM  

  • A Tatiana está certíssima e a Taís trouxe uma bela imagem... (matando a biografia!)
    A culpa é tua, Bruno!

    By Blogger Márcia Nestardo, at 8:34 AM  

Post a Comment

<< Home