antologia da noite em claro

Thursday, March 30, 2006

Do amor contínuo

A morte é leve como o fim de um segredo.
Só os meus livros
Prolongarão as carícias
Que as mãos já não alcançam.
Com palavras
Agora desconhecidas
Eu ainda lhes amarei
Ó, amigos!

1 Comments:

  • é...
    as folhas amarelam, mas permanecem!

    te beijo

    By Anonymous Anonymous, at 12:45 PM  

Post a Comment

<< Home